Quem és tu no Japão?
Hanami - nunca visto

Hanami - nunca visto

Hanami - cerejeiras em flor

Hanami é a festa por que tantos japoneses esperam durante o ano inteiro.

Traduzindo livremente quer dizer observar flores.


Observar flores de cerejeira é um costume que vem desde há muitos anos, por esta flor representar a filosofia de vida dos japoneses.
A flor de cerejeira desabrocha ao fim de um ano, e somente durante uma semana, definhando logo de seguida dando lugar ao fruto. E assim é a vida, de acordo com os japoneses.


Existe uma breve semana que a beleza impera por todo o Japão em forma de flores de cerejeira.


Os japoneses levam esse fenómeno muito a sério, tendo um serviço meteorológico que prevê o desabrochar das sakura (cerejeiras) por todo o Japão.
Mas este ano, devido à situação mundial em que vivemos, foram proibidas as habituais aglomerações e festas debaixo das cerejeiras.
Mesmo assim houve uma concentração maior do que aconselhado.
Isto é algo nunca visto.


Como manter a tradição em tempos de aflição

Não podendo haver aglomerações de pessoas devido ao vírus, os japoneses tiveram que se adaptar tal como o mundo inteiro.

Mas num país que a densidade populacional é das mais elevadas do mundo, é um desafio.

A cerimónia de homenagem aos mortos do bombardeamento de 10 de Março 1945 (fazia este ano 75 anos), e também a cerimónia aos mortos do Tsunami de 11 de Março de 2011 foram canceladas.

Outros eventos que estavam planeados, e que agora estão em risco como os jogos Olímpicos, também tiveram as suas cerimónias habituais alteradas, como por exemplo a chegada da tocha Olímpica ao Japão e o acender da pira em Fukushima, local onde vai começar o périplo da tocha pelas 47 prefeituras do Japão, foram acompanhadas somente pela comunicação social e por poucas pessoas.

No entanto, o Japão não deixou de executar certos eventos ou tradições, embora em situações sem precedentes. Por exemplo o torneio de Sumo que acabou este Domingo, foi transmitido a partir de Osaka para o país inteiro, e até para o mundo, com a particularidade de não ter nem uma única pessoa no público a assistir. Se nós que assistimos em casa achámos estranho, imaginem os rikishi (vulgarmente chamados de lutadores de Sumo) como devem ter sentido a falta de apoio e emoção a que estão habituados há séculos.


Estes são tempos que tal como a impermanência das cerejeiras em flor, nos ensinam a valorizar o dia a dia.

AUTOR: JORGE FERRAO


Com tantos entraves e condicionantes que tem vindo a acontecer neste últimos anos, não ir ao Japão já não é uma questão. Conheça quais as condições para poder finalmente realizar uma viagem de uma vida ou, se for o caso, redescobrir o Japão atual após o isolamento devido ao Covid-19.

11 SETEMBRO 2022
SABER MAIS

O Verão é a época do ano com mais tradições e matsuri no Japão e é também a melhor altura para passar cartão aos amigos e familiares.

26 AGOSTO 2022
SABER MAIS

Agora já podes FUJIR para o Japão, mas com algumas condições. Se quiseres saber quais são, lê o artigo.

15 JUNHO 2022
SABER MAIS

No japão há bonecos e mascotes para quase tudo, até para mandar vir chuva. Teruterubouzo é um boneco muito simples que não só controla o tempo como resiste à passagem do tempo.

08 ABRIL 2022
SABER MAIS

Iroha é o equivalente ao nosso ABC. É um pangrama que se transformou numa canção ou ladainha e que a maioria dos japoneses conhecem. O que a torna uma curiosidade para nós, ocidentais, é a sua utilização. Uma forma divertida de ordenar e memorizar um alfabeto.

31 JANEIRO 2022
SABER MAIS

Tawashi é uma pequena escova que existe há mais de um século no Japão e que tem uma história curiosa, por isso dizer que lavar com Tawashi é limpinho é pouco.

30 NOVEMBRO 2021
SABER MAIS

As beringelas são dos vegetais mais apreciados no Japão. Há muitas maneiras de as confecionar e apreciar. Se quiserem saber um pouco mais desta magnífica iguaria é só carregar no botão

31 MAIO 2021
SABER MAIS

Gyoza é uma entrada japonesa originária da China, que o Japão a transformou à sua maneira. Quem gosta de Gyoza deve carregar no saber mais.

25 MARÇO 2021
SABER MAIS

Sempre que vou a um restaurante japonês, penso "Dá-me Edamame" e a refeição começa logo bem. Edamame é mais do que um aperitivo, é um cimento social que solidifica relações inter-pessoais. Se quiseres saber do que estou a falar, lê o meu post.

09 MARÇO 2021
SABER MAIS