Quem és tu no Japão?
Japão a seu gosto

Japão a seu gosto

Monjayaki

Japão tem muitas atrações turísticas e culturais, existe pelo menos uma que o vai deixar de boca aberta.


Para mim, talvez a que goste mais é a comida. Por mais que viaje e conheça diferentes culturas e suas gastronomia típicas, nenhuma se compara à minha querida gastronomia portuguesa. A única outra gastronomia que também me deixa com água na boca, é a do Japão.

Japão tem algumas semelhanças com a nossa dieta (ambos os países são os que consomem mais peixe per capita do mundo) e algumas das receitas japonesas são baseadas na cozinha portuguesa ( o pão, e o pão-de-ló, lá conhecido por castela, por exemplo).

No entanto, há um prato gastronómico japonês do qual eu sou um fã incondicional:
O Okonomiyaki ou お好み焼き


Okonomiyaki

O Okonomiyaki é considerada a pizza japonesa por ter o mesmo princípio de podermos juntar o que quisermos aos ingredientes fazendo-a ao nosso gosto.


Daí o nome, Okonomiyaki, que significa “grelhado ao nosso gosto”.


No entanto, a semelhança com a pizza acaba aí. Aliás é mais parecido com uma panqueca, por isso também é considerada a panqueca japonesa.


O Okonomiyaki é uma massa feito com dashi (caldo de peixe) e farinha, aos quais se acrescenta um ovo e legumes. Esta é a base, depois acrescentamos o que quisermos para a tornar “ao nosso gosto” (abaixo deixo a minha receita).


Cada região tem a sua fórmula para o Okonomiyaki. Mas sendo originário de Kansai, as duas mais famosas são a de Osaka e a de Hiroshima, que diferem ligeiramente na sua confecção.


Tokyo também tem uma variante de Okonomiyaki que se chama もんじゃ焼き ou Monjayaki (a que está na fotografia).


Uma vez que o Okonomiyaki pode levar muitos ingredientes, é ideal para quem gosta de variar. Como é prático e divertido de fazer já que normalmente é feito pela própria pessoa numa chapa quente chamada Teppan, pode ser uma maneira diferente de passar o tempo, fazer uma refeição diferente com amigos, ou entreter as crianças (Atenção: ter cuidado com a chapa quente).


A receita a meu gosto

Como a minha mulher é vegetariana, eu faço a base do Okonomiyaki com caldo de vegetais mas pode ser feito com caldo de peixe também.
Muito basicamente o Okonomiyaki é preparado em três fases:

  1. Os ingredientes a misturar
  2. Os Toppings
  3. A massa

Os primeiros podem ser pré-preparados para quando começarmos a aquecer a chapa, assim não perdermos tempo e energia com a sua preparação.

1- Os ingredientes para 4 pessoas que eu costumo usar são:

  • 400 gr de couve coração cortada em pedaços muito pequenos (pode ser pak choi ou couve chinesa)
  • 4 ovos
  • 4 colheres de óleo de côco
  • 1 lata de atum ou 9 fatias de bacon (para mim e para o meu filho) e beringela ou cogumelos para a minha mulher

2- Os Toppings são:

  • Maionese japonesa
  • Katsuobushi (flocos de atum)
  • Molho de barbecue (eu uso bull-dog que é um molho para Tonkatsu)

3- Massa:

  • 1 cubo de caldo de vegetais ou 1 colher de Katsuo-dashi em pó
  • 250 ml de água
  • 200gr de farinha de espelta (pode ser normal)
  • 10gr de polvilho doce
  • Sal qb


Para fazer a massa, é necessário de usar um pouco da água e dissolver o cubo de caldo de vegetais em lume médio. Deixar arrefecer.
Misturar todos os ingredientes da massa numa taça e bater com a varinha mágica com a vara de arames.

Agora a parte divertida.


Usar uma taça onde misturamos 100gr da couve com 1/4 da massa e um ovo, e no caso de usarmos atum ou os cogumelos também envolvemos nesta fase. Misturamos com a colher até envolver a massa e o ovo na couve e depois deitamos a mistura na chapa quente (eu uso uma frigideira de ferro larga) previamente untada com uma colher de óleo de côco.
Para ser rápido e não perdermos tempo na transição de Okonomiyaki eu uso uma taça para cada pessoa onde faço a mistura e assim é só por uma a seguir a outra.

Deixamos fritar um pouco e viramos com a ajuda de duas espátulas metálicas.
Depois pomos as fatias de bacon e/ou a beringela por cima e deixámos cerca de 3 minutos em lume médio.
Voltamos a virar para fritar um pouco a beringela e/ou bacon e já está.

Agora o toque final.


Já no prato, colocar maionese japonesa, o molho barbecue por cima e Katsuobushi para decorar.
É servir e voltar a repetir o processo para cada pessoa.

Espero que gostem e que se divirtam e não se esqueçam de dizer Itadakimasu ;)

 

AUTOR: JORGE FERRAO


As beringelas são dos vegetais mais apreciados no Japão. Há muitas maneiras de as confecionar e apreciar. Se quiserem saber um pouco mais desta magnífica iguaria é só carregar no botão

31 MAIO 2021
SABER MAIS

Gyoza é uma entrada japonesa originária da China, que o Japão a transformou à sua maneira. Quem gosta de Gyoza deve carregar no saber mais.

25 MARÇO 2021
SABER MAIS

Sempre que vou a um restaurante japonês, penso "Dá-me Edamame" e a refeição começa logo bem. Edamame é mais do que um aperitivo, é um cimento social que solidifica relações inter-pessoais. Se quiseres saber do que estou a falar, lê o meu post.

09 MARÇO 2021
SABER MAIS

O Ramen era um prato, até há pouco tempo, desconhecido pela maioria dos portugueses. Tem tido uma crescente procura no ocidente. MAs como era no Oriente?

04 MARÇO 2021
SABER MAIS

Miso Shiru é uma sopa japonesa, que tal como o sushi, caracteriza a comida japonesa no seu geral. Mas é muito mais do miso.

18 FEVEREIRO 2021
SABER MAIS

O Kit kat no Japão tem uma oferta que promete, chegando a ter tido mais de 300 edições limitadas de diferentes sabores. Gosto mais de chocolate preto mas o Kit kat de match não fica atrás.

16 FEVEREIRO 2021
SABER MAIS

O pão, ou pan como se diz em japonês, foi levado pelos portugueses no séc XVI para o Japão, mas evolui de tal forma que, hoje é uma atracção para os olhos e para a boca.

11 FEVEREIRO 2021
SABER MAIS

As sobremesas no Japão também são de modas. Umas mais trendy que outras mas todas elas saborosas. Descobre aqui a que estava na moda quando fui lá pela última vez.

09 FEVEREIRO 2021
SABER MAIS

As bebidas no Japão não são só para beber, elas são para ver. Os japoneses gostam muito de coisas Kawaii e com o advento das redes sociais a partilha de fotos de comidas e bebidas cresceu brutalmente. Escolher uma bebida no Japão não é só pelo sabor mas também pelo aspecto. Afinal os olhos também bebem.

04 FEVEREIRO 2021
SABER MAIS