Quem és tu no Japão?
Os japoneses são uns doces

Os japoneses são uns doces

Wagashi

Os Japoneses são uns doces

Os japoneses têm muitos costumes e etiqueta dos quais eu sou fã, mas há um que eu adoro acima de todos os outros: Omiyage.
É um costume que existe noutros países como os souvenir em França ou lembranças por cá.
Mas para os japoneses é quase uma indelicadeza ir visitar alguém ou chegar de uma viagem e não trazer uma lembrança, seja um salgado, um doce ou mesmo uma peça de artesanato.
Tenho a sorte de ter uns amigos japoneses, e eles passam algum tempo no Japão, e outro cá. Como sabem que eu gosto muito da cultura japonesa, sempre que regressam trazem-me algo novo para experimentar. Desta vez foram uns Okashi que são doces japoneses. É caso para dizer que os japoneses são uns doces.


Okashi

Okashi, inicialmente usado para referir frutas e nozes, são, hoje, sinónimo de doces/aperitivos japoneses e no Japão existem um sem número deles. Cada região e muitas vezes cada casa tem um característico. Um pouco à semelhança dos nossos doces tradicionais. Os wagashi que são doces típicos japoneses, usados nas cerimónias do Chá e outros eventos tradicionais são os mais apreciados por mim. Podem ser feitos de mochi, anko ou frutas.

Mochi - tem como base o arroz
Anko - Tem como base feijão azuki
Frutas - tem como base frutas da época

São usados na cerimónia do chá porque contrastam com o amargo do matcha e criam uma harmonia de sabores.

O wagashi é escolhido de acordo com a época ou o estado de espírito do anfitrião.

Wagashi são classificados de acordo com o nível de humidade e o método de fabrico.
Dividem-se em 3 grandes grupos de acordo com o nível de humidade, o que afeta a sua validade:

Namagashi 生菓子 - contêm 30% ou mais de humidade
Han namagashi 半生菓子 - contêm entre 10% e 30% de humidade
Higashi 干菓子 - contêm 10% ou menos de humidade

Quanto mais humidade menor é a sua validade.

 

Kyoto uma cidade deliciosa

Kyoto é, muito provavelmente, a cidade onde existem mais variedade e história de wagashi.

Talvez por ter sido a capital do Japão por mais de 1000 anos e por ainda se manter como a capital cultural. Todas as artes tradicionais têm nesta cidade um carinho e cantinho especial. Uma dessas artes é a da cerimónia do chá e consequentemente a dos wagashi.
É também nesta cidade que se pode encontrar um dos mais antigos wagashi, o Aburi-mochi.
É um doce de arroz que é servido numa espetada de bambu. É coberto com pó de feijão de soja e grelhado no carvão. É servido numa de duas casas que estão perto do templo Imamiya-jinja. Não fica muito longe do pavilhão dourado Kinkaku-ji. Essas casas são Kazariya e Ichiwa.

Kazariya tem uma história de cerca 600 anos, enquanto Ichiwa está aberta há cerca de 1000 anos.

Apesar de competirem uma com a outra, a atmosfera que se sente é muito relaxante, quando não está cheia de turistas.
Há muito mais lojas especializadas wagashi em Kyoto, mas uma das minhas preferidas é a cadeia de lojas Toraya. Aliam a modernidade com a tradição, como é típico dos japoneses.
Existem pelas principais cidades do Japão. Se estiver de visita a este maravilhoso país não deixem de provar um destes maravilhosos doces. Vão ver que sabe bem.

 

AUTOR: JORGE FERRÃO


Com tantos entraves e condicionantes que tem vindo a acontecer neste últimos anos, não ir ao Japão já não é uma questão. Conheça quais as condições para poder finalmente realizar uma viagem de uma vida ou, se for o caso, redescobrir o Japão atual após o isolamento devido ao Covid-19.

11 SETEMBRO 2022
SABER MAIS

O Verão é a época do ano com mais tradições e matsuri no Japão e é também a melhor altura para passar cartão aos amigos e familiares.

26 AGOSTO 2022
SABER MAIS

Agora já podes FUJIR para o Japão, mas com algumas condições. Se quiseres saber quais são, lê o artigo.

15 JUNHO 2022
SABER MAIS

No japão há bonecos e mascotes para quase tudo, até para mandar vir chuva. Teruterubouzo é um boneco muito simples que não só controla o tempo como resiste à passagem do tempo.

08 ABRIL 2022
SABER MAIS

Iroha é o equivalente ao nosso ABC. É um pangrama que se transformou numa canção ou ladainha e que a maioria dos japoneses conhecem. O que a torna uma curiosidade para nós, ocidentais, é a sua utilização. Uma forma divertida de ordenar e memorizar um alfabeto.

31 JANEIRO 2022
SABER MAIS

Tawashi é uma pequena escova que existe há mais de um século no Japão e que tem uma história curiosa, por isso dizer que lavar com Tawashi é limpinho é pouco.

30 NOVEMBRO 2021
SABER MAIS

As beringelas são dos vegetais mais apreciados no Japão. Há muitas maneiras de as confecionar e apreciar. Se quiserem saber um pouco mais desta magnífica iguaria é só carregar no botão

31 MAIO 2021
SABER MAIS

Gyoza é uma entrada japonesa originária da China, que o Japão a transformou à sua maneira. Quem gosta de Gyoza deve carregar no saber mais.

25 MARÇO 2021
SABER MAIS

Sempre que vou a um restaurante japonês, penso "Dá-me Edamame" e a refeição começa logo bem. Edamame é mais do que um aperitivo, é um cimento social que solidifica relações inter-pessoais. Se quiseres saber do que estou a falar, lê o meu post.

09 MARÇO 2021
SABER MAIS