Quem és tu no Japão?
Para quem goza de Gyoza

Para quem goza de Gyoza

Gyoza | Fujir - viagens ao Japão

5 ou 6 Gyozas a dose é muito pouco para quem goza de Gyoza.

Gyoza, é daquelas entradas que sabem a pouco num restaurante japonês. Na melhor das hipóteses temos a sorte de ter 6 Gyozas numa dose, mas para mim não chega. Sou capaz de comer uma refeição só de Gyozas.

Aliás um dos dias que guardo com mais carinho na minha memória, foi um dia em casa de um casal amigo em que passámos a tarde a fazer Gyozas e a falar, enquanto os miúdos estavam na piscina. Depois foi o repasto. Demorámos a tarde toda para fazer cerca de 50 Gyozas e em menos de 30 minutos tinham desaparecido. É mais pratico comprar congeladas, mas o sabor das feitas em casa é imbatível.

 
Acabadas de fazer para quem quer comer

As Gyozas acabadas de fazer têm que ser cozinhadas imediatamente, caso contrário a humidade do recheio tende a desfazer a massa. A opção é congelar.
Para quem quer comer em conta, e sem conta da quantidade de Gyozas, aqui vai a minha receita, baseada no livro Just one cookbook de Namiko Chen:

Ingredientes:

  • 2 embalagem de wraps de Gyoza
  • 1 colher e meia de óleo de coco para cada leva de Gyozas
  • 60 ml de água para cozer cada leva de Gyozas
  • 1 colher de óleo de sésamo para fritar cada leva de Gyozas

Recheio:

  • 340 g tofu extra firmo
  • 142 g cogumelos do cardo (eryngii)
  • 57 g cogumelos Shiitake
  • 100 g couve-roxa
  • 142 g couve-coração
  • 1 colher de sopa de sal marinho
  • 57 g cenouras
  • 85 g cebolas
  • 2 cebolinhos
  • 1 gengibre
  • 1 date de alho
  • 2 colheres de sopa de amido de batata

Temperos:

  • 2 colheres de sopa de molho de soja
  • 1 colher de sopa de miso
  • 2 colheres de sopa de óleo de sésamo
  • 1 colher de sopa de sal marinho
  • ⅛ colher de sopa de pimenta branca


Para o molho:

  • 1 colher de sopa de vinagre de arroz
  • 1 colher de sopa de molho de soja

 

Preparação:

Eu começo por misturar os temperos todos e ponho de lado.
Depois ponho o Tofu embrulhado num pano ou papel de cozinha e ponho um prato por cima durante pelo menos 30 minutos para escorrer a água em excesso.
Depois de cortar as couves em bocados junto o sal para secar as couves.
Corto todos os restantes ingredientes em bocados pequenos.
Quando o Tofu estiver drenado o suficiente e a couve também, corto o tofu em bocados pequenos, e espremo a couve com a mão tirando o excesso de água.
Misturo todos os ingredientes, e junto os temperos. Se estiver um pouco líquido a mais acrescento amido de batata até ficar com uma textura consistente.

Pegamos nos wraps de Gyozas e recheamos com uma colher de mistura de recheio. Depois molhamos os dedos e passamos por as bordas do wrap, enquanto dobramos em forma de leque.
Há uma técnica especial, que parece fácil mas eu ainda tenho dificuldade em fazer bem.

Depois de prontos os Gyozas, é altura de cozinhá-los.
Para isso é necessário aquecer uma frigideira com o óleo de côco, e juntarmos as Gyozas com a parte plana para baixo. Quando as Gyozas estiverem a ficarem dobradinhas em baixo, juntamos água, e tapamos imediatamente. Após 2 minutos em lume médio/alto, destapamos e deixamos evaporar o resto da água remanescente. Depois juntamos o óleo de sésamo, até as Gyozas ficarem douradas e estaladiças por baixo.
Depois é só por num prato, e repetir até acabarem as 80 doses que supostamente esta quantidade dá para fazer.

Já com o molho preparado é só mergulhar os Gyozas e gozar o prato!

 

 

 

 

AUTOR: JORGE FERRAO


Com tantos entraves e condicionantes que tem vindo a acontecer neste últimos anos, não ir ao Japão já não é uma questão. Conheça quais as condições para poder finalmente realizar uma viagem de uma vida ou, se for o caso, redescobrir o Japão atual após o isolamento devido ao Covid-19.

11 SETEMBRO 2022
SABER MAIS

O Verão é a época do ano com mais tradições e matsuri no Japão e é também a melhor altura para passar cartão aos amigos e familiares.

26 AGOSTO 2022
SABER MAIS

Agora já podes FUJIR para o Japão, mas com algumas condições. Se quiseres saber quais são, lê o artigo.

15 JUNHO 2022
SABER MAIS

No japão há bonecos e mascotes para quase tudo, até para mandar vir chuva. Teruterubouzo é um boneco muito simples que não só controla o tempo como resiste à passagem do tempo.

08 ABRIL 2022
SABER MAIS

Iroha é o equivalente ao nosso ABC. É um pangrama que se transformou numa canção ou ladainha e que a maioria dos japoneses conhecem. O que a torna uma curiosidade para nós, ocidentais, é a sua utilização. Uma forma divertida de ordenar e memorizar um alfabeto.

31 JANEIRO 2022
SABER MAIS

Tawashi é uma pequena escova que existe há mais de um século no Japão e que tem uma história curiosa, por isso dizer que lavar com Tawashi é limpinho é pouco.

30 NOVEMBRO 2021
SABER MAIS

As beringelas são dos vegetais mais apreciados no Japão. Há muitas maneiras de as confecionar e apreciar. Se quiserem saber um pouco mais desta magnífica iguaria é só carregar no botão

31 MAIO 2021
SABER MAIS

Gyoza é uma entrada japonesa originária da China, que o Japão a transformou à sua maneira. Quem gosta de Gyoza deve carregar no saber mais.

25 MARÇO 2021
SABER MAIS

Sempre que vou a um restaurante japonês, penso "Dá-me Edamame" e a refeição começa logo bem. Edamame é mais do que um aperitivo, é um cimento social que solidifica relações inter-pessoais. Se quiseres saber do que estou a falar, lê o meu post.

09 MARÇO 2021
SABER MAIS